Polícia prende motorista de ônibus que atropelou 11 em São Paulo

Duas pessoas foram mortas no atropelamento que aconteceu em um pontos de ônibus da zona norte da cidade

AE |

selo

O motorista de micro-ônibus Ademir Ferreira Pinto, responsabilizado por um atropelamento que deixou duas mulheres mortas e outras nove pessoas feridas , foi autuado por homicídio e lesão corporal culposos no final da noite desta segunda-feira na Central de Flagrantes do 20º Distrito Policial (DP), da Água Fria (zona norte da capital paulista). 

O atropelamento ocorreu às 5h45 desta segunda-feira na Brasilândia, outro bairro da zona norte. O acidente aconteceu em um trecho de declive acentuado. O veículo atingiu pessoas que estavam em um ponto de ônibus, matando a doméstica Dirce Rangel Viana, de 42 anos, e a passadeira Adjane Matos Pereira, de 34. 

AE
Ponto de ônibus atingido por micro-ônibus nesta segunda-feira, em São Paulo
Ademir, que correu o risco de ser linchado, apresentou algumas contradições no depoimento dado à polícia. Ele disse que teria ocorrido um defeito no freio de mão e que o veículo desceu a ladeira sozinho. Perícia feita no local, porém, não constatou defeito no freio do coletivo. A polícia suspeita que a alavanca de freio não tenha sido acionada totalmente. 

Ademir estacionou o micro-ônibus para manobrar outro veículo. Segundos depois, o coletivo estacionado desceu a ladeira e atingiu as 11 vítimas. Transferido para a carceragem do 72º DP, de Vila Penteado, Ademir espera por uma vaga em algum Centro de Detenção Provisória (CDP). O motorista pode ser liberado caso pague uma fiança, cujo valor ainda não foi informado.

    Leia tudo sobre: NACIONALGERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG