Polícia prende falso médico na zona sul de São Paulo

Chinês de 73 anos mantinha clínica de forma ilegal e vendia produtos vencidos, segundo a polícia

AE |

selo

Um homem foi preso nesta quinta-feira suspeito de praticar medicina de forma ilegal. Segundo a polícia, Jeng Sheng Chau, de 73 anos, mantinha a clínica Mestre Jeng na rua Joaquim Floriano, 708, no Itaim Bibi, na zona sul da cidade, e cobrava R$100 por consulta.

Chua, que não é médico, é quem diagnosticava os pacientes e indicava o que considerava serem os melhores medicamentos para o caso. Conforme a polícia, o falso médico vendia também produtos fitoterápicos vencidos, sem procedência ou autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Policiais do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), da Polícia Civil, recolheram ainda um pó que era vendido como agente de cura.

Falso médico no Rio

Nesta quinta-feira, a universidade Unigranrio, na Baixada Fluminense, também decidiu expulsar o estudante de Medicina Alex Sandro da Cunha Souza , acusado de ter atendido e liberado a menina Joanna Cardoso Marcenal Marins, de 5 anos, ainda desacordada, no dia 13 de agosto, no Hospital Rio Mar, na Barra da Tijuca.

Souza trabalhava ilegalmente no hospital onde ela foi atendida e não frequenta as aulas desde que foi chamado pela polícia para prestar depoimento sobre o caso. O falso médico teve a prisão decretada há um mês, mas está foragido.

*Com informações do iG São Paulo

    Leia tudo sobre: falso médicoclínicaremédios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG