Polícia prende 36 após arrastão em Praia Grande, no litoral de SP

Foi preciso solicitar um ônibus para transportar os detidos até a Delegacia Sede da cidade

AE |

selo

Trinta e seis pessoas, entre elas 30 menores de idade, foram detidos nesta terça-feira à noite em Praia Grande, na Baixada Santista, quando começavam um arrastão na praia da Vila Tupi. Todos os detidos foram liberados após averiguação, entre eles um menino de apenas 11 anos.

A ação criminosa teve início às 23h30, na avenida da orla da Praia, mas foi identificada pela Guarda Municipal de Praia Grande, que acionou a Força Tarefa de Segurança do município. Com isso, dezenas de viaturas da polícia seguiram até o local e os policiais civis e militares conseguiram prender o bando. Foi preciso solicitar um ônibus à Viação Piracicabana para transportar os detidos até a Delegacia Sede da cidade.

"Em função da nossa Força Tarefa, não tivemos maiores problemas, porque rapidamente ficamos sabendo do ocorrido e chegamos até o local e conseguimos deter os 36 elementos. Dezenas de viaturas da polícia seguiram pelas ruas paralelas à praia e as motocicletas foram pela própria avenida da orla para efetuar o cerco", explicou o Delegado Titular de Praia Grande, Odair Fernandes Grilo.

No momento da ação, havia muita gente na rua, moradores e turistas, que aproveitavam o último dia de carnaval na cidade. O grupo, grande parte em bicicletas, chegava até as pessoas e as cercavam, pedindo que passassem os objetos de valor. Segundo o Boletim de Ocorrência da Polícia Civil, foram apreendidos 24 bicicletas, sete celulares, um relógio, uma corrente de metal prateada, uma corrente de metal dourado, um anel de metal dourado e duas chaves de motocicleta, além de sete papelotes de maconha.

O delegado explicou que todos os detidos foram liberados após serem identificados e não puderam ficar presos porque não havia acusação efetiva contra eles. "Os únicos identificados por uma vítima foram dois menores, inclusive o de 11 anos e outro de 16 anos. Um adolescente de 14 anos os identificou como sendo as pessoas que roubaram o boné dele e tentaram roubar a bicicleta e o relógio", disse Grilo, explicando que como se tratavam de menores de idade, a polícia lavrou o Ato Infracional que será encaminhado à Vara da Infância e Juventude.

"Agora estamos comparando tudo com os BOs de furto registrados e esperando que outras vítimas compareçam à delegacia para que possamos indiciar as pessoas que forem identificadas", completou o delegado, que já solicitou à prefeitura as gravações das câmeras de monitoramento da orla da praia.

    Leia tudo sobre: praia grandeassaltos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG