Polícia prende 3 pessoas em fiscalização em postos de São Paulo

Megaoperação em rede de combustíveis foi realizada com parceria com o Procon, Ipem, ANP e Contru

iG São Paulo |

A Polícia Civil prendeu três pessoas em flagrante em postos de combustíveis em São Paulo, em uma megaoperação realizada, na quarta-feira, em parceria com a Secretaria da Fazenda, Fundação de Proteção e Defesa ao Consumidor (Procon), Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), Agência Nacional do Petróleo (ANP) e Departamento de Controle de Uso de Imóveis (Contru).

A primeira ocorrência foi constatada às 10h50, em um posto na rua Vergueiro, Vila Mariana, na zona sul, por conta de uma das bombas de gasolina do posto que estava fora dos parâmetros aceitáveis pela ANP. O gerente do estabelecimento foi preso em flagrante. Ele pagou fiança e responderá ao processo em liberdade. Foi requisitado ao Instituto de Criminalística (IC) perícia no local.

O segundo caso foi registrado dez minutos depois, na rua Barão de Resende, bairro do Ipiranga, também na zona sul. As equipes encontraram cinco frascos de aditivo vencidos em fevereiro de 2007 e dois extintores de incêndio sem carga expostos à venda.

O responsável pelo estabelecimento alegou ter adquirido o posto recentemente, e não tinha conhecimento que os materiais apresentam irregularidades. As peças foram apreendidas e conduzidas ao IC para análise pericial. O empresário foi preso em flagrante, sendo paga a fiança.

As averiguações também encontram irregularidades em um estabelecimento na avenida Salim Farah Maluf, Belém, zona leste da Capital. Os técnicos do Procon apuraram que em dois dos quatro tanques de combustível instalados havia gasolina em desacordo com as normas vigentes.

    Leia tudo sobre: operaçãoanpapreensãosão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG