Polícia pede exame para grávida de quadrigêmeos comprovar gestação

Pedido surgiu após marido de Verônica registar boletim de ocorrência contra emissora de TV. Se for comprovada a fraude, ela pode responder por falsidade ideológica

iG São Paulo |

Reprodução TV
Gravidez de Maria Verônica foi questionada em programa da TV Record
A Polícia Civil pediu na noite de terça-feira (17) um exame para saber se a pedagoga Maria Verônica Aparecida César Santos, de 25 anos, que afirma estar grávida de quadrigêmeos, em Taubaté, no Vale do Paraíba, está, de fato, grávida. 

Entenda o caso: Grávida de quadrigêmeos de Taubaté pode não estar grávida

Denúncia: Grávida de quadrigêmeos teria copiado ultrassom de blogueira

O pedido foi feito pelo delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro Lima, para o delegado seccional de Taubaté, Ivahir Freitas Garcia Filho. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Maria Verônica não é obrigada a fazer o exame no Instituto Médico Legal. 

A solicitação do exame partiu após o marido de Verônica registrar um boletim de ocorrência contra uma emissora de TV por perturbação de sossego, citando que a mulher está grávida. Se for comprovado o contrário, ela poderá responder por falsidade ideológica, pois mentiu em um documento policial.

Dúvidas

A gravidez de Maria Verônica foi colocada em cheque em reportagem veiculada pela TV Record no domingo (15). Embora ela tenha afirmado anteriormente que o parto estava marcado para o dia 20 deste mês, ontem seu advogado afirmou que não há agendamento. "Não está marcado ainda", declarou o advogado Marcos Antonio Leite.

A família ainda se recusa a revelar o nome do médico que teria feito o pré-natal. Há também questionamentos sobre o ultrassom de Verônica. Uma blogueira que mora em Blumenau, em Santa Catarina, afirmou que o ultrassom 3D apresentado no computador de Maria Verônica é de Pietro Rhuan , hoje com 1 anos e 4 meses. 

"Recebi um e-mail alertando que a imagem apresentada na TV Record era a mesma do meu blog", diz. Ana Paula diz que reprova a atitude da grávida e estuda a possibilidade de entrar com um processo por uso indevido de imagem. "Estou pensando. Não pretendo tirar vantagem dela, mas quero mostrar que o que ela fez está errado", afirmou.

Segundo Ana Paula, as quatro imagens apresentadas por Maria Verônica como sendo de suas quadrigêmeas na verdade são uma montagem feita por ela para estampar em seu blog.

*com AE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG