Polícia Militar volta a dispersar população da Cracolândia

Helicóptero sobrevoou a região e policiais fecharam ruas da Cracolândia. Usuário foram submetidos a revistas

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

Um dia depois de orientar os policiais da Cracolândia a apenas observar a movimentação dos usuários , a Polícia Militar voltou a agir de maneira ostensiva na região central de São Paulo. Na manhã desta sexta-feira, dezenas de policiais dispersaram uma pequena multidão que se formou desde a tarde anterior na rua Helvétia com a Barão de Piracicaba.

Dispersão: Ação da polícia cria 'subcracolândias' no centro de São Paulo
Nova postura: Policiais são orientados a observar e usuários retornam à Cracolândia
Sem previsão: Operação na Cracolândia não tem data para terminar, diz secretário
Disseminação: Usuários da Cracolândia se espalham pelo centro de São Paulo
Opinião: Apesar do medo e desconfiança, moradores apoiam ação na Cracolândia

AE
Polícia e usuários em confronto nesta sexta-feira na rua Helvétia, na Cracolândia

Operação: Polícia continua na Cracolândia, decidem promotores e governo

Segundo pessoas que presenciaram a ação, houve tumulto por parte de alguns usuários que tentaram resistir à desocupação, mas não foram registradas cenas de violência como as que marcaram os primeiros dias da operação na Cracolândia.

Conforme relatos, o helicóptero da PM começou a sobrevoar a área no início da manhã, causando inquietação entre os cerca de 100 usuários que ainda estavam no local. Pouco depois chegaram dezenas de policiais em várias viaturas, fecharam o quarteirão e dispersaram a multidão.

Muitos saíram correndo. Outros tentaram reagir e foram submetidos a revistas e averiguações. Alguns foram obrigados a deitar no chão. Não foram disparadas balas de borracha nem bombas de efeito moral.

Antes e depois: Veja cenas da Cracolândia

Frâncio de Holanda
Policiais revistam usuários de crack na região conhecida como Biricolândia, para onde alguns dependentes migraram

“Já faz uns dois anos que os ‘nóias’ ficam aqui mas desde a semana passada a quantidade de gente aumentou muito. Virou ponto de encontro”, disse um comerciante da região.

Depois de ser desocupada na semana passada, a Cracolândia voltou a ser invadida por usuários de drogas no final da tarde de ontem , depois de os policiais da área receberem orientações para apenas observar o movimento. Segundo relatos, durante a madrugada a situação voltou a ser a mesma de antes da operação, com cerca de 500 pessoas perambulando com seus cachimbos e cobertores.

No início da tarde de hoje, algumas horas depois da ação da PM, alguns deles continuavam no local consumindo e vendendo drogas abertamente apesar da presença ostensiva da PM.

iG Arte
A Cracolândia e os novos pontos onde são encontrados grupos de usuários da droga

    Leia tudo sobre: cracolândiacentro de são paulodrogascrack

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG