Após assaltar casa no Tucuruvi, zona norte paulista, grupo teria fugido em um Golf de uma das vítimas, mas bateu em um poste

selo

Um suposto ladrão foi morto por policias após assaltar uma residência no Tucuruvi, zona norte de São Paulo, na noite de terça-feira. Segundo a polícia, o suspeito fugiu com três comparsas no veículo do morador, mas foi perseguido pela avenida Coronel Sezefredo Fagundes e bateu o carro em um poste. Em seguida, teria acontecido uma troca de tiros. Os outros ladrões conseguiram escapar.

Golf de vítima ficou com a frente completamente destruída após bater em poste. Suposto assaltante morreu em uma troca de tiros
AE
Golf de vítima ficou com a frente completamente destruída após bater em poste. Suposto assaltante morreu em uma troca de tiros

Conforme a polícia, a quadrilha aproveitou a chegada da vítima, um administrador de 32 anos que voltava do trabalho, para rendê-lo e entrar na casa por volta das 20h30. Eles dominaram a irmã e a mãe do homem e mantiveram os três sob a mira de um revólver durante a ação, que durou aproximadamente dez minutos. "Levaram R$ 1 mil, televisão e outros objetos. Eles estavam com muita pressa", contou o administrador. 

O grupo fugiu no Golf vermelho da vítima e seguiu pela avenida Cel. Sezefredo Fagundes, sentido Horto Florestal. Dois quilômetros depois, foram interceptados por uma viatura da Força Tática, bateram no poste e saíram correndo.

 "Fizemos uma varredura nas residências, com auxílio dos moradores, e encontramos um dos ladrões no quintal de uma das casas", contou o sargento Campanhola. "Ele atirou, nós revidamos e o criminoso foi baleado", disse. Marcos Vinicius Santos da Silva, 22 anos, chegou a ser levado ao pronto-socorro do Jaçanã, mas não resistiu e morreu.

Segundo a polícia, Marcos Vinicius já havia sido condenado por roubo e era egresso do sistema penitenciário. Com ele, foi apreendido um revólver calibre 38. O crime será investigado pelo 9º Distrito Policial, no Carandiru.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.