Segundo o pai da garota, ela teria sido medicada incorretamente na Santa Casa de São Paulo

selo

A Polícia Civil de São Paulo investiga a morte da adolescente de 12 anos Stephane dos Santos Teixeira. Segundo depoimento do pai da garota, que registrou um boletim de ocorrência no 77º Distrito Policial de Santa Cecília, no centro da capital paulista, ela teria sido medicada incorretamente na Santa Casa de São Paulo por volta da meia-noite de sábado.

O pai de Stephane, um operador de máquina de 36 anos, foi até a delegacia e disse que sua filha havia sido internada por volta das 15h de sexta-feira com dores abdominais, diarreia e vômito. De acordo com a ficha de evolução clínica da menina, foi ministrada uma solução de vaselina líquida na corrente sanguínea dela, o que agravou seu estado de saúde.

O caso foi registrado como homicídio culposo e foi encaminhado ao 73º DP do Jaçanã, que conduz as investigações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.