Polícia investiga morte de adolescente no litoral de SP

Menina de 16 anos passou mal e morreu no sábado em pousada na cidade de Ubatuba. Polícia investiga consumo de drogas e álcool

AE |

selo

A Polícia Civil ouviu, nesta segunda-feira, João Paulo Matos, um dos três jovens que estavam em uma pousada na cidade de Ubatuba, no litoral de SP, com uma garota de 16 anos, que morreu após passar mal na madrugada de sábado. 

Matos disse à polícia que não conhecia os outros dois rapazes, mas seguiu com eles e a adolescente até a pousada, durante a madrugada. Pela manhã, a menor passou mal, supostamente por causa do consumo excessivo de bebidas e drogas. Dois dos rapazes pediram ajuda na portaria da pousada.

O dono do estabelecimento - cujo nome não foi revelado pela polícia - também foi ouvido, mas seu depoimento foi mantido em sigilo e deverá ser confrontado com os demais pelo delegado Gilberto Paulino, que cuida do caso. O advogado dos outros dois rapazes, que fugiram do local, prometeu que vai apresentá-los na delegacia nas próximas horas.

Bianca de Oliveira, a mãe da adolescente, disse à polícia que a menina estava desaparecida desde a noite de sexta-feira, quando pediu para sair com um amigo. "Ela era uma menina orientada a respeito de drogas, de sexo, de lidar com turistas", disse.

Segundo a polícia, Matos contou que eles consumiram uma quantidade grande de drogas antes e durante a permanência na pousada. Quando a menina passou mal, o Corpo de Bombeiros foi chamado e tentou reanimá-la, sem sucesso.

Segundo laudo do Instituto Médico-Legal (IML), a causa da morte é indeterminada, mas foi colhida uma amostra de sangue para exame toxicológico, sem previsão de quando sairá o resultado. O corpo da adolescente foi enterrado no domingo, no cemitério central da cidade.

    Leia tudo sobre: mortelitoral de spadolescentedrogasbebidapousada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG