Segundo a Polícia Civil, testemunhas relataram que 'Baianinho' foi o autor do disparos

A Polícia Civil procura o autor dos disparos que levou a morte o delegado de polícia Leonardo Mendonça Ribeiro Soares, 28 anos , na noite desta quinta-feira (21), no Jardim Miriam, zona sul de São Paulo. Segundo a polícia, A.H.G.A., vulgo 'Baianinho', de 33 anos, é o autor do crime, conforme indicam as testemunhas. O acusado mora na viela onde aconteceu o crime, onde também foram encontrados pinos plásticos contendo cocaína.

Suspeito de matar o delegado em São Paulo
Divulgação
Suspeito de matar o delegado em São Paulo
De acordo com a polícia, uma testemunha afirmou que “Baianinho” teria passado em sua casa solicitando que uma arma fosse escondida. Ela apresentou a arma que teria sido usada pelo criminoso para matar o delegado, uma pistola calibre 380 municiada com oito projéteis.

O delegado, que exercia suas funções no 98° DP (Jardim Miriam), saiu em companhia do escrivão de plantão quando avistou indivíduos em atitude suspeita. Ao tentar abordar os suspeitos, os policiais entraram em uma viela na avenida Dr. Massau, onde foram recebidos a tiros, sendo que o delegado morreu a caminho do hospital.

O velório de Leonardo Soares ocorre no velório Athia, na Rua Emílio Trevisan, 1.020, em Presidente Prudente. O sepultamento será também naquela cidade, às 9h deste sábado, no Cemitério São João Batista (Rua José Bongiovani, 975).

Viela com saída para a Avenida Doutor Massau, em Cidade Ademar, na zona sul de São Paulo
AE
Viela com saída para a Avenida Doutor Massau, em Cidade Ademar, na zona sul de São Paulo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.