No terreno eram julgados, executados e enterrados dissidentes de uma facção criminosa

A Polícia Civil de São Paulo encontrou nesta quinta-feira, no Jardim Fontalis, um local onde eram julgados, executados e enterrados dissidentes de uma facção criminosa. Um corpo foi encontrado no terreno localizado na zona norte da capital paulista.

Paulo Dias, conhecido como Chico Bica, considerado o carrasco da quadrilha, foi preso. Segundo a polícia, uma das técnicas usadas por ele era obrigar o sentenciado a ingerir ácido utilizado em baterias elétricas.

"Foi uma maneira encontrada para assassinar sem alarde, o indivíduo era amarrado e tinha de tomar o líquido", disse o delegado Ismael Rodrigues. "O carrasco até brincava dizendo que a vítima estava tomando uma bebida isotônica", acrescentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.