Polícia e moradores se enfrentam durante protesto em São Paulo

Moradores da favela Vila Praia pediam por moradias após incêndio do dia 1º de junho

iG São Paulo |

Moradores da favela Vila Praia, na região do Morumbi, zona sul de São Paulo, que sofreram com um incêndio no dia 1º de junho , fazeram uma manifestação no início da noite desta terça-feira e interromperam o trânsito de algumas ruas da região para protestar por melhores moradias.

Segundo a assessoria de Polícia Militar, cerca de 50 manifestantes colocaram fogo em pneus, sacos de lixo, colchões e pedaços de madeira e fecharam a rua Dr. Luiz Migliano, na altura do número 1000, no Jardim Taboão, na região do Morumbi. No asfalto, moradores escreveram "Moradia"

A Polícia Militar de São Paulo recebeu o chamado às 18h28 e agentes foram enviados ao local. As viaturas foram recebidas com pedradas pelos manifestantes. A polícia respondeu com tiros de bala de borracha. Não foi divulgada informações sobre feridos.

Incêndio

O incêndio ocorrido em junho deixou cerca de 300 pessoas desabrigadas. A área onde estava localizada a favela possui cerca de 2 mil m² e, conforme ao Corpo de Bombeiros, o fogo atingiu barracos de uma área de 500 m². Moradores retiraram às pressas móveis e eletrodomésticos de casa na tentativa de salvá-los. Ninguém ficou ferido.

    Leia tudo sobre: protestovila praiaincêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG