Polícia divulga retrato falado de suspeito por agressões a gays

Segundo relato da vítima, jovem tem cabelo com luzes loiras, é magro, aparenta ter entre 18 e 19 anos, e tem aproximadamente 1,74m

iG São Paulo |

Reprodução
Suspeito de agressão a gays tem cabelo com luzes loiras
Um dos seis agressores dos dois jovens, no último sábado, na avenida Paulista, tem cabelo com luzes loiras, é magro, aparenta ter entre 18 e 19 anos, e tem aproximadamente 1,74 metro de altura, segundo relato do operador de telemarketing Gilberto Tranquilino da Silva, uma das vítimas.

O jovem relatou detalhes sobre o porte físico de um dos agressores, enquanto os peritos da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) realizavam o retrato falado do rapaz. O desenho foi divulgado pela Polícia civil na terça-feira.

O caso

De acordo com o operador de telemarketing, as agressões foram feitas por um grupo de seis pessoas, sendo duas meninas, e motivadas por homofobia. “Eu e meu amigo estávamos voltando de uma balada GLS de mãos dadas quando fomos abordados por esse grupo. Eles começaram a gritar ofensas por sermos gays”, afirmou ele, que desconsiderou a possibilidade de se tratar de um grupo skinheads.
“Eles não possuíam nenhum padrão de roupas, nem visual tradicional de skinheads. A única coisa que tinham em comum com esse tipo de gente é a intolerância sexual", afirmou.

Outro jovem agredido, que não quis se identificar, contou como foram as agressões: “quando chegamos na Paulista começamos a ouvir ofensas e um jovem de cabelo espetado loiro começou a me bater. Meu amigo foi buscar ajuda e eu fiquei apanhado. Este jovem me deu uma voadora e uma série de socos. Neste momento, eu desmaiei".

    Leia tudo sobre: agressãopaulistagayshomofobia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG