Polícia descarta suspeita de bomba em São Paulo

Funcionários de uma transportadora no Pari receberam uma caixa com um artefato que eles suspeitaram ser um explosivo

AE |

selo

Policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) constataram, na tarde desta quarta-feira, que o suposto explosivo recebido por funcionários de uma transportadora no Pari, na zona leste de São Paulo, era formado por três garrafas pets com água.

Segundo a Polícia Militar, funcionários receberam uma caixa com um artefato que eles suspeitaram ser um explosivo. Um fio vermelho também foi encontrado na caixa. A suspeita de bomba interditou a rua Joaquim Carlos, no Pari, na zona leste de São Paulo.

    Leia tudo sobre: bombapari

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG