Polícia conclui que namorada de jogador da Portuguesa cometeu suicídio

"Caso está encerrado. A família ficou aliviada ao saber que não foi homicídio", disse advogado dos pais de Flávia de Lima, que morreu no ano passado

iG São Paulo |

AE
Pais da jovem Flávia de Lima, com advogado, durante coletiva no ano passado em São Paulo
Os laudos dos peritos do Instituto de Criminalística (IC) de São Paulo concluíram que Flávia Anair de Lima, de 16 anos, namorada do jogador da Portuguesa Rafael Silva, de 20, cometeu suicídio ao se jogar sozinha do 15º andar de um prédio, na zona leste da capital. O fato ocorreu no ano passado no apartamento onde o casal morava há pelo menos seis meses. 

Relembre: Jogador da Portuguesa afirma que namorada pulou de apartamento

Para o advogado da família de Flávia, Ademar Gomes, os resultados foram claros e o caso está encerrado. "Por mais doloroso que seja receber a notícia do suicídio, a família está aliviada ao saber que não foi um homicídio. Eles queriam descobrir o que tinha acontecido com a jovem", disse.

O resultado da investigação da Polícia Científica inocenta Silva, mas a família de Flávia ainda acredita na coautoria do jogador. "O relacionamento dos dois era um jogo e muito conturbado. Eles brigavam constantemente e, por isso, acreditamos que a pressão psicológica influenciou Flávia na decisão de tirar a própria vida", explicou o advogado.

O caso

Segundo vizinhos, a queda foi depois de uma briga do casal no mês de agosto do ano passado. Parentes contaram que durante o relacionamento de um ano dos jovens, muitas discussões ocorreram. A família chegou a afirmar na época que os dois discutiam muito por ciúmes, especialmente quando o jogador bebia, fato que incomodava Flávia.

Veja o vídeo: Polícia divulga imagens de jogador em elevador após morte em SP

Dor da família: “Eu não acredito que minha filha se suicidou”

Após os fatos e durante depoimento à polícia, Rafael Silva afirmou que a briga começou em um bar, onde ele estava na madrugada. E teria continuado no apartamento. Flávia teria chegado ao local e, com ciúmes, começou a agredi-lo com um sapato. Em seguida, quebrou os espelhos retrovisores do carro dele.

Silva chegou à delegacia com um ferimento na cabeça e alegou que a namorada teria jogado uma caixa de som nele. Segundo o delegado, o jogador afirmou que Flávia se jogou da sacada.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG