Policiais realizaram operação na "Feira do Rolo", na zona leste paulista, e prenderam 27 pessoas

selo

A Operação Fauna Livre, realizada em uma feira na zona leste de São Paulo neste domingo, resultou na apreensão de mais de 600 animais silvestres e produtos falsificados. No total, 27 pessoas foram detidas, cindo delas foram liberadas após prestar depoimento.

Tartarugas que eram comercializadas ilegalmente na
Futura Press
Tartarugas que eram comercializadas ilegalmente na "Feira do Rolo" e foram apreendidas

A ação conjunta entre policiais da Divisão do Meio Ambiente, do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), e da Delegacia Antipirataria, do Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado (Deic), aconteceu às 6h de hoje, com o objetivo de impedir o comércio de produtos falsificados e de animais silvestres.

O alvo da investigação era a feira de objetos usados que acontece aos domingos na Rua São Gonçalo do Rio das Pedras, em São Miguel Paulista, na zona leste. Foram apreendidos mais de 600 animais silvestres - sendo cerca de 500 aves, 90 tartarugas e 17 iguanas - que eram comercializados ilegalmente.

Além disso, 22 pessoas foram detidas por tráfico de animais silvestres, formação de quadrilha e maus-tratos. Os animais serão levados ao Zoológico de São Paulo, na zona sul, segundo a polícia.

Cerca de 10 mil produtos foram aprendidos durante a operação, entre eles CDs, DVDs e produtos falsificados. Cinco pessoas foram detidas e ouvidas pelo delegado titular Antônio Salles Lambert, que abriu quatro inquéritos para apurar crime contra a propriedade imaterial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.