PM é suspeito de matar a tiros ex-mulher na Grande São Paulo

Vítima foi levada ao pronto-socorro mas não resistiu aos ferimentos e morreu na mesa de cirurgia

AE |

selo

A policial militar Ivana Alves de Oliveira Sconiza, de 35 anos, foi morta a tiros na quinta-feira à noite na Vila Galvão, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Ferida com seis tiros, Ivana foi encaminhada ao pronto-socorro do Hospital Municipal Padre Bento, mas não resistiu aos ferimentos e morreu quando passava por uma cirurgia. O principal suspeito de ter cometido o crime é o ex-marido e também policial militar Edilson Antonio do Nascimento, de 42 anos.

Segundo relatos da irmã da vítima, Nascimento estava escondido atrás de um carro e se aproximou da ex-mulher para realizar os disparos. Em seguida, ele teria fugido em um Celta prata. Segundo parentes de Ivana, ela já havia dado queixa no batalhão da Polícia Militar contra o marido, dizendo que ele estava inconformado com o fim do casamento e constantemente ia até a casa dela para fazer ameaças.

Os dois foram casados por mais de 7 anos e têm três filhos. O caso será registrado no 2º Distrito Policial de Guarulhos.

    Leia tudo sobre: pmmorteassassinatopronto-socorro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG