PM de São Paulo prende acusado de falsificar nova nota de R$ 100

Caixa do supermercado onde Daniel Furlan fazia compras desconfiou e chamou a PM

AE |

selo

A polícia prendeu ontem o primeiro acusado de falsificar a nova nota de R$ 100. Daniel Furlan, de 34 anos, foi fazer compras em uma loja da Avenida Cupecê, na zona sul de São Paulo, com o dinheiro falso apenas três meses depois que o Banco Central lançou as novas cédulas de R$ 50 e R$ 100.

Segundo o delegado Manoel Camassa, titular do 80.º DP, Furlan entrou em um supermercado e tentou fazer compras, mas o caixa desconfiou e não aceitou o dinheiro. Ele saiu do mercado e entrou em uma loja ao lado, onde comprou um caldeirão e carne. Recebeu R$ 57 de troco. O caixa do mercado, no entanto, viu e chamou a polícia, que o deteve. Em seu bolso havia mais duas notas falsas. Furlan negou o crime. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: PMSPfalsificação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG