PM apreende 10 mil relógios em ação contra pirataria em SP

Policiais chegaram a fechar a galeria Pagé, no centro, por 3h em razão da operação. Houve aglomeração de pessoas no local

iG São Paulo |

Policiais militares realizaram, na manhã desta quinta-feira, uma operação contra pirataria na Galeria Pagé, na região central da capital paulista. Segundo informações do capitão da PM Airton Vanzelli, foram apreeendidos cerca de 10 mil relógios da marca Champion. Ninguém foi preso.

Futura Press
Policiais fazem cordão de isolamento para conter consumidores e camelôs que esperavam pela reabertura da galeria Pagé

A ação contou com aproximadamente 40 policiais, além de equipes da Força Tática. A galéria Pagé, tradicional centro de compras popular com 170 lojas, ficou fechada das 6h até 10h. 

A mercadoria ilegal foi encontrada em 12 boxes espalhados nos 12 andares da galeria. Segundo Vanzelli, cerca de 400 consumidores se aglomeraram em frente ao prédio para esperar a reabertura do local. Mas a operação, diz ele, foi pacífica. "Sem nenhum tipo de incidente".

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), por conta da fiscalização, a rua Comendador Affonso Kherlakian na esquina com a rua 25 de Março foi bloqueada por volta das 7h30 e, às 11h50, ainda permanecia fechada aos veículos.

    Leia tudo sobre: piratariagaleria pagéfiscalização

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG