PM afasta comandante após sumiço de menor em São Paulo

Polícia diz que a medida é reflexo de uma política da corporação e também da Secretaria de Segurança Publica

AE |

selo

O comandante da Polícia Militar em Mogi das Cruzes, em São Paulo, Paulo Roberto Madureira Sales, foi afastado do cargo. Além dele, Eduardo Rangel, capitão da Força Tática, também foi afastado. A medida se deve às investigações do desaparecimento de um menor de idade há 15 dias. O adolescente sumiu após ser abordado por policiais militares.

Segundo a assessoria da PM, o afastamento de Sales e Rangel não significa que eles tenham envolvimento com o caso. A polícia diz que a medida é reflexo de uma política da corporação e também da Secretaria de Segurança Publica (SSP), que afasta o comando de batalhões que passam por investigação.

Ainda de acordo com a assessoria da PM, não foi decidido quem substituirá o coronel Sales. Interinamente, o major Walter Padula está no comandado da PM em Mogi das Cruzes. Os quatro policiais que abordaram o menor de idade estão detidos no Presídio Militar Romão Gomes, na zona norte de São Paulo. O caso é investigado pela Corregedoria da polícia.

    Leia tudo sobre: políciasumiçoafastamentoadolescente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG