PF apreende remédios falsos em aeroporto de São Paulo

Maior parte dos remédios estava escondida no forro de uma farmácia

AE |

selo

A Polícia Federal (PF) apreendeu nesta segunda-feira medicamentos proibidos, falsificados ou importados irregularmente, que estavam sendo vendidos na farmácia do Aeroporto Internacional de Campinas (Viracopos), no interior paulista. De acordo com a PF, que realizou a operação com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a maior parte dos remédios estava escondida no forro da farmácia. Poucas unidades estavam na prateleira, junto a medicamentos regulares.

Foram apreendidos Viagra, Cialis, Deca Durabolin e Hemogenin falsificados, Centrum importado irregularmente, além de Pramil e Winstron, estes últimos de venda proibida no Brasil. O estabelecimento também foi multado pelo Conselho Federal de Farmácia em três salários mínimos, por estar funcionando sem a presença de um farmacêutico.

O responsável foi preso e deve responder por tráfico ilícito de entorpecentes, sujeito a pena que varia de cinco a 15 anos de reclusão, além de multa; falsificação; corrupção; adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, com pena de reclusão de 10 a 15 anos, além de multa; e contrabando ou descaminho, com pena de reclusão que varia entre um e quatro anos.

    Leia tudo sobre: PFanvisaremédioapreensãocampinas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG