Pedágio por km rodado começa em 3 meses em rodovia paulista

Rodovia Santos Dumont será a primeira a ter sistema que cobrará pedágio de acordo com o trecho utilizado pelo motorista

AE |

selo

Motoristas que usam a rodovia Santos Dumont, no interior paulista, vão pagar, a partir do ano que vem, apenas pela quilometragem que percorreram . Hoje, quem pega a estrada entre Sorocaba e Campinas, seja pelo trajeto todo (de 70,5 km) ou por uma pequena parte disso, paga R$ 10,10 na praça de pedágio em Indaiatuba. Agora, o preço da viagem entre Indaiatuba e Campinas, por exemplo, será de R$ 4,10. De Sorocaba a Itu, R$ 2,50. 

Leia também: Pedágio por distância percorrida é medida a longo prazo

O sistema de cobrança será uma tag (etiqueta eletrônica), assim como o Sem Parar já usado hoje. O aparelho será instalado gratuitamente em veículos das sete cidades ao longo da rodovia e deve começar a funcionar em fevereiro de 2012. Pórticos com câmeras que identificarão essas tags estarão espalhados em nove pontos da rodovia Santos Dumont para detectar a passagem dos veículos. 

Segundo o governador Geraldo Alckmin (PSDB), o projeto, batizado de Ponto a Ponto, é mais justo. "Quem anda menos, paga menos; quem anda mais, paga mais. Isso vai corrigir uma série de distorções." Ele defendeu ainda que o sistema será mais moderno e que inicia um processo que culminará, no futuro, no fim das barreiras de pedágio em todo o Estado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: pedágiomotoristaSantos Dumont

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG