Passeata em SP lembra dia da Consciência Negra

Ato realizado na Avenida Paulista neste domingo reuniu cerca de 600 pessoas

AE |

selo

Cerca de 600 pessoas participaram hoje de uma passeata para lembrar o Dia da Consciência Negra e pedir por mais políticas públicas voltadas para jovens negros. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o grupo, que estava concentrado no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, saiu por volta das 12 horas em caminhada até o Largo do Paiçandu, no Centro, onde estavam reunidos por volta das 15h30.

Leia também: UnB formou 1 milhão de universitários pelas cotas

De acordo com a Agência Brasil, o ato deste ano enfatizou o extermínio de jovens negros. "Temos que lembrar dos jovens negros que estão sendo massacrados nas periferias de São Paulo. Estamos nos organizando para chamar a atenção da sociedade sobre o massacre da juventude negra que está ocorrendo em todo o País", disse o rapper Sandro Rogério, mais conhecido como Ice Boy.

Quem também falou sobre o assunto foi Anatalina Lourenço da Silva, professora da rede pública, diretora da Associação dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) e representante do Oriaxé (movimento de mulheres negras). Segundo ela, muitos jovens negros entre 16 anos e 24 anos de idade têm sido mortos na periferia da maioria das cidades do País, "principalmente pela polícia ou, muitas vezes, pela falta de políticas públicas direcionadas que fazem essa juventude ser cooptada pelo tráfico".

    Leia tudo sobre: consciência negramovimento negro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG