Parada Gay tem reforço de 1,4 mil policiais

Acontece neste domingo em São Paulo a 14ª Parada GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais)

iG São Paulo |

AE
Conjunto Nacional, na av. Paulista, ganha decoração de arco-íris inflável
Com público de 3,1 milhões de pessoas em 2009, a Parada Gay de São Paulo é hoje a maior manifestação do tipo no mundo, segundo o Livro dos Recordes. Para este ano, a Prefeitura espera reunir 3,2 milhões na avenida Paulista.

A Parada Gay é o evento que mais reúne turistas na cidade e a expectativa é que este ano eles deixem cerca de R$ 190 milhões no município. O investimento da Prefeitura em infra-estrutura e segurança, que ano passado foi de R$ 600 mil, este ano subiu para R$ 1 milhão.

A festa traz novidades na questão de segurança. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), um helicóptero Águia voará sobre a parada utilizando o recurso Dawn Link - uma câmera de alta resolução que grava e transmite imagens para os postos de comando. Ao longo do percursso, a Polícia Militar (PM) contará com 1.300 policiais em 120 viaturas de apoio. Na Paulista, os agentes farão o policiamento a pé.

A PM promete iniciar a fiscalização por volta das 6h, com a vistoria dos trios elétricos. Como nas edições anteriores, pretende liberar a Paulista até as 18h. Agentes bilingues estarão identificados com as bandeiras dos países para atender turistas ingleses, espanhóis, alemães e franceses.

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) colocará cerca de 700 guardas no evento. O objeto é evitar incidentes é coibir o consumo excessivo de álcool pelo público. “É impossível proibir o álcool, mas pretendemos bloquear o acesso dos vendedores à Parada. Iremos fiscalizar o comércio irregular e estar em todo percurso para garantir que esta atividade, que é pacífica, ocorra sem nenhum problema grave”, afirma Gevanildo de Souza, inspetor da GCM.

Quinze caçambas de lixo estarão espalhadas pelo percurso na tentativa de impedir o acúmulo de lixo pelas ruas. A idéia dos organizadores é fazer uma “Parada ecologicamente mais correta”. Outros 900 banheiros públicos, sendo 70 para portadores de deficiência física, estarão pelo trajeto.

Voto pela diversidade

AE
Em 2009, Parada Gay reuniu 3,1 milhões de pessoas e coloriu a Paulista
Em ano de eleição, o tema da Parada Gay é “Vote contra a Homofobia: Defenda a Cidadania”. “Votar contra a homofobia é dizer um basta às imposições de uma classe conservadora, que defende valores arcaicos, baseados unicamente em interesses próprios e sem visão democrática”, afirma Alexandre Santos, o Xande, presidente da Associação da Parada.

A concentração para a caminhada começará às 12h, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), na avenida Paulista. Dali, os participantes seguirão rumo à rua da Consolação e terminarão na Praça Roosevelt. A sequência dos trios será a seguinte:

  • Associaação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (abertura)
  • Ministério do Turismo
  • Jacareí - Incentivo a cidades que realizam a primeira Parada)
  • Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo (SEESP)
  • Revista Arco-íris
  • APOGLBT - ursos e idosos
  • Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual da Prefeitura (Cads)
  • Prefeitura de São Paulo
  • APOGLBTSP - Gol Contra Homofobia
  • Central Única dos Trabalhadores (CUT)
  • APEOESP- Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo
  • ABCDS - organização LGBT de Santo André
  • Casarão Absoluto
  • Disponível.com - site de relacionamento
  • 155 hotel
  • Salete Campari - drag queen
  • APOGLBT -  trio de encerramento

Trânsito

Por conta da Parada, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) irá realizar bloqueios no trânsito da região. A interdição na avenida Paulista começará às 10h, em ambos o sentidos, entre a Alameda Joaquim Eugenio de Lima e rua Peixoto Gomide. Depois das 11h, a interdição se estenderá até a rua da Consolação. Depois das 12h, com o início do evento, serão realizados os seguinte bloqueios:

• Rua da Consolação, em ambos os sentidos, entre as avenidas Paulista e a Ipiranga;
• Rua da Consolação, sentido Centro, pista da esquerda, entre as avenidas Ipiranga e São Luis;
• Rua Rego Freitas, entre as ruas da Consolação e a Major Sertório;
• Avenida Ipiranga, entre a Rua da Consolação e a Avenida São Luís

Cuidados

Mesmo com efetivo reforçado, a Polícia Militar divulgou uma lista de recomendações para que as pessoas possam curtir a festa sem qualquer incidente:

  • E vite o uso de jóias e objetos de valor que chamem atenção
  • Separe dinheiro para pequenas despesas
  • Evite levar crianças pequenas
  • Mantenha objetos pessoais como bolsas, celular e mochilas, à frente do corpo
  • Não leve garrafa ou copo de vidro para a parada, prefira descartáveis
  • Dê preferência à utilização do transporte público, como ônibus e metrô
  • Se for de carro, procure estacionamentos credenciados
  • Evite ingerir bebida alcoólica em excesso
  • Leve documento de identificação
  • Evite levar câmeras fotográficas e celulares
  • Se precisar de informações, procure sempre o auxílio de policiais

    Leia tudo sobre: parada gayglbtsão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG