Em depoimento à polícia, o jogador da Portuguesa Rafael Silva disse que Flávia se jogou do apartamento após uma briga do casal

Flávia de Lima, 16 anos, caiu do 15º andar do prédio onde morava com o jogador Rafael Silva
Futura Press
Flávia de Lima, 16 anos, caiu do 15º andar do prédio onde morava com o jogador Rafael Silva
Os pais da jovem Flávia Anay de Lima, de 16 anos, que caiu do 15º andar de um prédio em São Paulo, onde morava com o jogador da Portuguesa Rafael Silva, não acreditam na versão de suicídio apresentada pelo atleta à polícia. Às 14h, o advogado criminalista Ademar Gomes, contratado pela família, concederá coletiva à imprensa acompanhado pelos pais da vítima.

O jogador prestou depoimento no 10° Distrito Policial e afirmou que a namorada se jogou do apartamento , na madrugada de domingo, onde os dois moravam há seis meses. Segundo vizinhos, a queda foi depois de uma briga do casal.

Parentes contam que durante o relacionamento de um ano dos jovens, muitas discussões ocorreram. Larissa Kisy, tia de Flávia, disse em entrevista que os dois discutiam muito por ciúmes, especialmente quando o jogador bebia, fato que incomodava a garota.

Briga

De acordo com o jogador, a briga começou em um bar, onde ele estava na madrugada. E teria continuado no apartamento, segundo o delegado José Raimundo da Silva. Ela chegou ao local e, com ciúme, começou a agredi-lo com um sapato. Em seguida, quebrou os espelhos retrovisores do carro dele.

Silva chegou à delegacia com um ferimento na cabeça e alegou que a namorada teria jogado uma caixa de som nele. Segundo o delegado, o jogador afirmou que Flávia se jogou da sacada. O próximo passo é aguardar a perícia. Em 30 dias, espera-se que o caso seja definido.

Pela Portuguesa, o clube informou que não irá se pronunciar oficialmente enquanto as investigações não forem concluídas. A assessoria continuou, dizendo que a Lusa dará todo o apoio jurídico e psicológico ao atleta, que está afastado por uma lesão no olho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.