Pai de Sandra comemora decisão sobre prisão de Pimenta Neves

Aposentado João Gomide soube da notícia pela irmã e precisou tomar remédio depois para se acalmar

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

O aposentado João Florentino Gomide, 73 anos, pai da jornalista Sandra Gomide, comemorou com moderação a decisão do Supremo Tribunal Federal de finalmente mandar para a prisão o assassino de sua filha, o jornalista Antônio Marcos Pimenta Neves.

Segundo uma pessoa que acompanhava Gomide, o aposentado recebeu a notícia por meio um telefonema de sua irmã. No primeiro momento ficou muito feliz, disse que aquilo era tudo o que ele mais queria, já que Pimenta além de tirar a vida de Sandra teria acabado com sua família.

A mãe de Sandra, Leonilda Gomide, passou a apresentar sintomas de distúrbio bipolar depois da morte da filha e recentemente foi acometida de um edema pulmonar. Ela vive de cama. O único irmão da jornalista tem uma relação conflituosa com os pais.

O próprio João Gomide teve um câncer diagnosticado depois do assassinato de Sandra, caminha com dificuldade e demanda cuidados médicos. Além disso, passou a enfrentar problemas financeiros e nos últimos meses foi obrigado a vender a casa onde morava em São Paulo e a se mudar para Caieiras.

De acordo com a pessoa que estava ao lado do pai de Sandra no momento em que ele recebeu a notícia da decisão do STF, passado o momento de euforia João Gomide entrou em um estado de confusão mental, atropelando as palavras e dizendo frases desconexas.

Ele precisou tomar calmantes mas mesmo assim não conseguiu dormir.

Fernando Celescuekci/Futura Press
Pimenta Neves deixa a sua casa nesta terça-feira

    Leia tudo sobre: Pimenta NevesSandra Gomidepaiassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG