Quinze pessoas ficaram feridas. Segundo cobrador do ônibus, um carro na contramão causou acidente

Um ônibus da linha 101 da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) caiu de um viaduto nesta quinta-feira sobre a linha de trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). O acidente foi na linha ferroviária 10-Turquesa, sentido Estação da Luz - Rio Grande da Serra, entre as estações Utinga e São Caetano, na região de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo.

null

Um trem que trafegava pela linha no sentido capital não conseguiu parar e atingiu o ônibus. De acordo com o Corpo de Bombeiros, 15 pessoas ficaram feridas.

As vítimas leves foram levadas ao Hospital Municipal Albert Sabin, em São Caetano. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura da cidade, elas sofreram traumatismo craniano leve, luxação de quadril já reduzida, fratura de costela, fratura de clavícula, ferimentos fortes contusos e escoriações. Nove já receberam alta. Gabriela Peralta e Thiago Augusto estão na UTI em observação, Márcia Aparecida Beraldo Vicentino foi transferida para o hospital Beneficência Portuguesa (Santo André) e Círio Gonçalves fica em observação por 12 horas. Carolina Magalhães, de 23 anos, foi transferida por volta das 11h30 para a UTI do Hospital Maria Braido, em São Caetano, com suspeita de lesão renal.

A motorista Lilian Souza Freitas, de 30 anos, foi levada ao Pronto Socorro do Hospital Mário Covas, em Santo André. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, ela sofreu contusão torácica e leve trauma de crânio. O estado de saúde não é considerado grave.

'O ônibus deslizou e ficou de frente para o barranco. Nisso caímos', relata o cobrador
Adriano Lima / Fotoarena
'O ônibus deslizou e ficou de frente para o barranco. Nisso caímos', relata o cobrador
O acidente aconteceu por volta das 9 horas, quando o ônibus bateu na mureta do viaduto na Rua Felipe Camarão e caiu em cima da linha do trem. Segundo o cobrador Clóvis Santos Galdino, de 38 anos, um veículo trafegava na rua na contramão e a motorista reagiu pisando no freio para evitar a colisão. "Como era paralelepípedo, o ônibus deslizou e ficou de frente para o barranco. Nisso caímos", contou ao iG. "Ouvi as pessoas gritando no viaduto 'Olha o trem, olha o trem'. Percebi que o trem já estava com velocidade reduzida."

Segundo a CPTM, não houve feridos entre as pessoas embarcadas no trem. A circulação de trens - que ficou interrompida após o acidente - começou a ser retomada às 10h30, com velocidade reduzida.

Às 13h40, o ônibus foi removido da linha férrea e permanecerá no canteiro ao lado até, pelo menos, sexta-feira, segundo a Defesa Civil.

Por meio de nota, a EMTU informa que o veículo envolvido no acidente, de propriedade da empresa Interbus Transporte Urbano e Interurbano Ltda, tem 5,5 anos (a média de idade da frota é de 8 anos). A última inspeção foi feita no dia 25 de fevereiro deste ano. Foram vistoriados 340 itens (partes mecânica, elétrica, de conforto e manutenção), entre eles 125 relativos à segurança. A inspeção tem validade de um ano. A empresa ressalta que, "como gerenciadora e fiscalizadora do sistema, não possui veículos próprios. Os veículos do sistema pertencem a empresas permissionárias e concessionárias."

Veja a lista de feridos

Arlete Amaral - recebeu alta
Carolina Pereira Magalhães, 23
Cirio Gonçalves, 82
Claudio Almeida dos Santos, 30 - recebeu alta
Cleide Aparecida de Brito, 41 - recebeu alta
Clóvis Santos Galdino Jr., 38 (cobrador) - recebeu alta
Eduardo Guilherme Scabasso, 23 anos - recebeu alta
Gabriela Peralta
Leandro Domingues, 25 - recebeu alta
Lilian Souza Freitas, 30 (motorista)
Márcia Aparecida Beraldo Vicentino
Maurílio Batista dos Santos, 70 - recebeu alta
Pedro Carrasco - recebeu alta
Perola de Santana - recebeu alta
Thiago Augusto

You need to upgrade your Flash Player
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.