Grupo chegou a bloquear a estrada do M'Boi Mirim e polícia utilizou gás de pimenta para conter o protesto

Nove pessoas foram detidas durante a manifestação feita por cerca de 400 pessoas, nesta quinta-feira, na estrada do M'Boi Mirim, na altura da avenida Inácio Dias da Silva, na zona sul de São Paulo. A via ficou bloqueada durante parte da manhã pelos manifestantes, que pediam melhores condições de transporte público e dos serviços de saúde na região.

Alguns seguravam um cartaz com os seguintes dizeres: "A população está assustada pelos erros médicos cometidos no Hospital M. Boi Mirim! Queremos saúde de qualidade". Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o protesto acabou por volta das 10h.

De acordo com o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), durante o protesto durante a manifestação a Polícia Militar chegou a usar gás de pimenta e atirou bombas de gás lacrimogêneo para conter os manifestantes.

Por conta da manifestação, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) organizou, no início do dia, um desvio pela rua José Barros Magaldi, avenida Maria Coelho Aguiar e avenida João Dias. Por volta das 12h, não havia mais relexo no trânsito.

Esta é a terceira manifestação que aconteceu região neste ano, sendo que em todas elas a estrada do M’Boi Mirim foi travada.

Manifestantes protestam por melhorias no transporte público na zona sul de São Paulo
Futurapress
Manifestantes protestam por melhorias no transporte público na zona sul de São Paulo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.