Após dia de tumulto e depredação em Francisco Morato, trecho da Linha 9-Esmeralda tem circulação interrompida das 8h50 às 9h30

Mais uma vez os passageiros da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) enfrentam dificuldades para seguir viagem por conta de problemas em trens. Nesta sexta-feira, uma falha de tração em uma composição da Linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú) interrompeu a circulação dos trens por quase uma hora entre as estações Osasco e Ceasa, segundo a CPTM.

Leia também: Oito horas depois, linha da CPTM em São Paulo é normalizada

Por volta das 8h50, um trem que seguia para Grajaú apresentou problema de tração, na Estação Ceasa, na zona oeste de São Paulo. Os usuários desembarcaram da composição e o trem estava sendo rebocado para Osasco, de acordo com a empresa. Por conta da retirada do trem, a circulação entre as estações Ceasa e Osasco ficaram interrompidas até as 9h30.

Após depredação, passageiros voltam a utilizar a Estação Francisco Morato, na Linha 7-Rubi
ORLANDO JUNIOR/FUTURA PRESS/AE
Após depredação, passageiros voltam a utilizar a Estação Francisco Morato, na Linha 7-Rubi

Confusão

Ontem, os usuários paulistas tiveram um dia difícil na Linha 7-Rubi. Uma falha elétrica deixou a linha do trecho Luz - Francisco Morato - Jundiaí interditada por cerca de 8 horas. A paralisação teve início às 7h e se prolongou até as 10h, quando o funcionamento foi retomado parcialmente. Apenas às 15h o sistema todo voltou a operar.

De acordo com a CPTM, a linha demorou para retomar o funcionamento devido aos usuários que desceram dos trens e tomaram os trilhos. Na Estação de Francisco Morato usuários exaltados quebraram catracas e validadores de passagens . A estação acabou sendo fechada e a Polícia Militar, acionada.

Obras

Neste domingo, a Linha 9-Esmeralda e a ciclovia da Marginal Pinheiros não vão funcionar. A CPTM começou no domingo passado um cronograma de reformas e modernização do local.As obras significarão melhorias para os sistemas de rede aérea, sinalização e permanente. As intervenções serão realizadas em três etapas

Saiba mais e veja alternativas de transporte para o domingo (1º)

Como alternativa de deslocamento, a CPTM acionará o Plano de Apoio Entre Empresas de Transporte Frente a Situações de Emergência (Paese), com 40 ônibus gratuitos para transportar os usuários, nos trechos de maior demanda.

Os coletivos circularão entre as estações Pinheiros e Santo Amaro, integradas às Linhas 4-Amarela e 5-Lilás, do Metrô; entre as estações Santo Amaro e Grajaú, integrada ao terminal de ônibus da SPTrans; e entre Pinheiros e Imperatriz Leopoldina, na Linha 8-Diamante (Júlio Prestes - Itapevi), que receberá reforço na frota para atender a região de Osasco e Presidente Altino, cujas estações fazem integração com a Linha 9. O Paese entre Pinheiros e Santo Amaro, terá paradas intermediárias na estação Berrini, para os usuários do corredor ABD.

*com AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.