Noite de tiroteios deixa três mortos em São Paulo

Entre os mortos está o guarda civil metropolitano Daniel Silva, de 40 anos. Confronto ocorreu em frente a um mercado na zona sul

AE |

selo

Dois suspeitos e um policial morreram durante confrontos em três ocorrências diferentes, terça-feira (2) à noite, na cidade de São Paulo. Ricardo José Miranda, de 22 anos, foi baleado pela Polícia Militar e encaminhado ao Pronto-Socorro da Lapa, na zona oeste da capital paulista, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo relato da PM, ele e dois comparsas dentro de um carro teriam reagido e disparado contra os policiais, durante abordagem na Rua Doutor Augusto Miranda, no mesmo bairro, por volta das 20h30. Os comparsas teriam fugido a pé. O caso foi registrado no 7º Distrito Policial, da Lapa, e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

No mesmo horário, Idomar Fonseca de Santana, de 28 anos, também foi baleado e morto pela PM. Segundo contou o policial Moabe Nascimento Dourado, ele estava à paisana quando viu Santana tentando assaltar duas jovens em um carro na Rua Capitão Eugênio Macedo, região do Itaim Paulista, zona leste.

Santana teria reagido à abordagem e disparado contra o policial que, mesmo atingido no pé, conseguiu acertar o suspeito. Santana morreu quando era socorrido no Hospital Santa Marcelina. O caso, considerado resistência seguida de morte, foi encaminhado para o plantão do 50º Distrito Policial, do Itaim Paulista, e também será investigado pelo DHPP. 

Guarda civil morto

Numa terceira ocorrência, o guarda civil metropolitano ambiental Daniel Silva, de 40 anos, foi morto por volta das 20h15, ao trocar tiros com supostos assaltantes. O confronto ocorreu em frente a um mercado, numa esquina próxima à base da corporação, localizada na Rua Lauzane, na Capela do Socorro, zona sul de São Paulo.

Ao lado de dois colegas, todos de folga e à paisana, Silva foi baleado no peito e na barriga por um dos três criminosos, armados com revólveres. Mesmo encaminhado ao Pronto-Socorro do Grajaú, ele não resistiu aos ferimentos e morreu. Um dos suspeitos também foi baleado na barriga e continua internado em estado grave no mesmo hospital. Os outros dois assaltantes fugiram. O caso foi registrado no 11º Distrito Policial, de Santo Amaro.

    Leia tudo sobre: violênciatiroteiosão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG