Nenê da Vila Matilde morre em São Paulo

Fundador de uma das mais tradicionais escolas de samba da capital morre na madrugada desta segunda-feira, aos 89 anos

iG São Paulo |

AE
Nenê da Vila Matilde em foto de fevereiro de 2009
O fundador da escola de samba Nenê da Vila Matilde, Alberto Alves da Silva, conhecido como seu Nenê, de 89 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira no Hospital do Tatuapé, na zona leste da capital paulista. A informação foi confirmada pela agremiação.

De acordo com a escola, ele foi internado na última quinta-feira, com sintomas de uma gripe forte, mas as causas da morte ainda não foram divulgadas. O velório acontecerá na quadra da agremiação, na rua Júlio Rinaldi, 1, na Penha, nesta tarde.

Nenê da Vila Matilde fundou a escola em 1949 e ficou  47 anos à frente da presidência. Em 1996, por já apresentar problemas de saúde, o comando passou ao seu filho, Alberto Alves da Silva Filho, o Betinho. Ainda assim, ele continuou a desfilar todos os anos.

A Nenê de Vila Matilde é considerada uma das escolas de samba mais tradicionais da cidade e possui onze títulos do Carnaval de São Paulo. O 1º a escola conquistou em 1956, com um enredo sobre Casa Grande e Senzala, e nos três seguintes a escola também foi campeã.

O último título no grupo especial aconteceu em 2001, com o enredo "Voei, voei, na Vila aportei, onde me deram a coroa de rei".  Em 2010, com um enredo que falou sobre a importância da água para a vida na terra, a Nenê foi campeã do Grupo de Acesso do carnaval para onde havia sido rebaixada no ano anterior. Em 2011, voltará a desfilar pelo grupo especial.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG