Museu Paulista, em SP, fará restauro ao vivo de obra

Tela A Conservação de São Paulo a Caminho de Damasco, de 1889, do pintos Almeida Júnior, será restuarada ao longo de 11 meses

AE |

selo

O público que visitar o Museu Paulista, no Ipiranga, zona sul de São Paulo, vai poder acompanhar ao vivo ainda neste ano a restauração da tela A Conversão de São Paulo a Caminho de Damasco, do pintor Almeida Júnior, que ficava no teto da antiga Igreja da Sé, demolida há quase cem anos.

A pintura, concluída em 1889, foi levada para o museu em 1912, quando a igreja e algumas construções do entorno foram demolidas para dar lugar à atual Praça da Sé. A obra chegou a ser exposta, mas já estava guardada havia 15 anos.

Por uma porta de vidro, os visitantes vão poder ver o trabalho da equipe de restauradores, que deve durar 11 meses e só aguarda agora aprovação da Universidade de São Paulo (USP). Do lado de fora, na antessala, um painel será atualizado com fotos e explicações de cada fase de restauração.

Nesse espaço, a partir do dia 16 do próximo mês, haverá também uma exposição sobre a pintura, a igreja que a abrigava e o processo de demolição. "Será uma exposição que informa e contextualiza", diz a curadora, Heloisa Barbuy. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: restauraçãotelaigreja da sémuseu paulista

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG