MP denuncia dois policiais por morte de coronel em São Paulo

Coronel da PM José Hermínio Rodrigues foi assassinado com seis tiros em janeiro de 2008

AE |

O soldado Paschoal dos Santos Lima e o sargento Lelces André Pires de Morais Junior foram denunciados na quinta-feira pelo Ministério Público Estadual sob a acusação de terem assassinado o coronel da Polícia Militar de São Paulo José Hermínio Rodrigues. O crime aconteceu em 16 de janeiro de 2008.

O oficial foi assassinado com seis tiros quando andava de bicicleta na Avenida Engenheiro Caetano Álvares, na zona norte. A denúncia ocorre uma semana após a Corregedoria da PM ter concluído o inquérito do caso, depois que a Polícia Civil prendeu o pistoleiro Wellington de Carvalho Franco. Ele aceitou fazer uma delação premiada e acusou os policiais.

Paschoal e Lelces negaram o crime. Segundo a promotoria, ambos cometeram homicídio duplamente qualificado, pois teriam agido sem que a vítima tivesse chance de defesa e o assassinato teria sido cometido para acobertar outros crimes. O coronel estaria atrapalhando o esquema que os acusados teriam para explorar caça-níqueis e achacar traficantes de drogas.

Corregedoria

A demora para a conclusão da investigação foi um dos motivos do afastamento do coronel David Nelson Rosolen do comando da Corregedoria, em maio. Seu sucessor, o coronel Admir Gervásio Moreira, assumiu as investigações. Além de concluir pela culpa do soldado e do sargento, ele pediu à Justiça Militar a decretação da prisão preventiva dos acusados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG