Motorista que matou dois garis é transferido nesta segunda em SP

Fernando Mirabelli foi preso com sinais de embriaguez na Marginal Pinheiros. Operários foram enterrados no domingo, na zona norte

iG São Paulo |

O gerente de banco Fernando Mirabelli, de 32 anos, preso em flagrante após atropelar e matar dois garis na Marginal Pinheiros, foi transferido para a Penitenciária Belém 2 nesta segunda-feira. Mirabelli foi preso, no sábado (22), por embriaguez ao volante, fuga do local do acidente e homicídio doloso. As informações são da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Leia também: Corpos dos garis atropelados em São Paulo são enterrados

Futura Press
Fernando Mirabelli é visto deixando o Instituto Médico Legal antes de ser transferido ao CDP

As vítimas, os jardineiros Alex Damasceno de Souza, de 26 anos, e Roberto Pires de Jesus, de 36, morreram na hora com a colisão. A terceira vítima foi resgatada pelo helicóptero Águia, da Policia Militar e está internada em estado grave no hospital Santa Marcelina.

Segundo a polícia, o motorista estava embriagado e em alta velocidade quando perdeu o controle do veículo, um Toyota Hilux. Mirabelli, que mora em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, retornava de uma casa noturna em Guarulhos. O acidente aconteceu por volta das 7h, quando ele seguia para a casa dos pais, no Campo Belo, zona sul.

Nesta manhã, com a informação que Mirabelli pode ser transferido, Simone Silva, mulher de uma das vítimas fatais Alex Damasceno, foi ao 91º DP pedir justiça. Os corpos dos trabalhadores foram enterrados no domingo (23) pela manhã. Os sepultamentos ocorreram entre 10h e 11h no Cemitério Vila Nova Cachoeirinha, zona norte da cidade. Parentes e amigos de Alex e Roberto acompanharam os cortejos.

Futura Press
Simone Silva, mulher do gari Alex Damasceno, foi ao 91º DP pedir por justiça nesta manhã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG