Motorista que ignorar pedestre será multado em São Paulo

Companhia de Engenharia de Tráfego vai intensificar a fiscalização nas ruas da cidade

AE |

selo

Os motoristas que não respeitarem a travessia de pedestres nas ruas da cidade de São Paulo estarão sujeitos a multas a partir desta segunda-feira (8). A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai intensificar a fiscalização aos motoristas e motociclistas que deixarem de dar preferência aos pedestres durante a travessia.

Inicialmente, a ação será concentrada no espaço compreendido pelas regiões central e da Avenida Paulista, as primeiras a receber os orientadores de travessia do Programa de Proteção ao Pedestre, lançado em 11 de maio.

Haverá 154 agentes de trânsito da CET para fiscalizar a região, divididos em três turnos ao longo do dia. Alguns deles, além de autuar os condutores que desrespeitarem a faixa de travessia, estarão também em outras atividades, como fiscalização de zona azul.

Para orientar os motoristas, serão implantadas em cruzamentos 142 faixas de sinalização com os dizeres: "Pare antes da faixa. Evite multas e pontos na carteira" e "A faixa é do pedestre. Evite multas e pontos na carteira". Nos principais terminais de ônibus da SPTrans haverá distribuição de panfletos com divulgação do Programa de Proteção ao Pedestre.

A multa por deixar de dar preferência a pedestres varia de R$ 127,69 a R$ 191,53, e rendem de cinco a sete pontos na carteira. Parar sobre a faixa de pedestres na mudança de sinal luminoso é motivo de multa de R$ 85,12 e 3 pontos na carteira.

    Leia tudo sobre: trânsitomotoristaspedestres

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG