Morte por atropelamentos diminuiu 71% em área de Zona de Proteção ao Pedestre

Zona abrange região da Av. Paulista e centro de São Paulo. Em toda a cidade, atropelamentos diminuíram 7,5% entre 2010 e 2011

iG São Paulo |

AE
Prefeito Gilberto Kassab durante apresentação dos primeiros resultados do Programa de Proteção ao Pedestre
O número de mortes por atropelamento dentro da área da primeira Zona de Máxima Proteção ao Pedestre (ZMPP), que abrange a região da Avenida Paulista e parte do centro expandido de São Paulo, diminuiu 71% entre 11 de maio e 30 de junho deste ano em relação ao mesmo períodode 2010. O estudo feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) também analisou o número de mortes no mesmo período dos anos de 2008 e 2009.

Nesses anos, foram registradas cinco mortes na região, em 2010 foram sete e em 2011 duas pessoas morreram atropeladas. Também houve diminuição na quantidade de atropelamentos na área da primeira ZMPP. Em 2010, 96 pessoas foram atropeladas e este ano foram registrados 61 atropelamentos, uma queda de 36,4%.

Em 11 de maio de 2011 foi implantado na cidade o Programa de Proteção ao Pedestre, com a meta de reduzir entre 40% e 50% o número de mortes por atropelamento na cidade até o fim de 2012. Para isso, a CET realiza um trabalho de educação no trânsito com a contratação de 798 orientadores de travessia e três equipes de mímicos.

A CET informou que a última pesquisa de percepção do pedestre realizada na área central e divulgada no dia 16 de setembro revelou que, entre os motoristas, a prioridade aos pedestres na faixa de travessia aumentou de 10% para mais de 25% entre julho e agosto. Além disso, 94,5% dos motoristas e 88% dos pedestres concordam que a fiscalização é importante para a mudança de postura no trânsito. Do segundo semestre de 2010 até o final de agosto de 2011 já foram pintadas e revitalizadas 12,9 mil faixas de pedestres.

Atropelamentos na cidade

O número de atropelamentos analisando toda a cidade de São Paulo também diminuiu, segundo a CET. Em 2010, foram contabilizados 7.007 atropelamentos, sendo que 630 pedestres morreram. Apenas entre 11 de maio e 30 de junho, foram 1.061 atropelamentos. No mesmo período de 2011, ocorreram 981 atropelamentos, uma diminuição 7,5%.

Divulgação / CET
Número de atropelamentos em São Paulo diminuiu 7,5% entre 2010 e 2011

    Leia tudo sobre: atropelamentossão pauloproteção ao pedestrecet

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG