Ministério Público pede interdição de delegacia em São Paulo

Segundo promotor, por conta dos túneis, a estrutura do prédio virou um "verdadeiro queijo suíço"

AE |

selo

O Ministério Público (MP) de São Paulo irá encaminhar hoje um ofício à Secretaria de Segurança Pública (SSP) e à Subprefeitura de Capão Redondo, na zona sul da capital, pedindo a interdição do 47º Distrito Policial, por causa das más condições do prédio.

Segundo o promotor José Carlos de Freitas, um laudo do Instituto de Criminalística (IC) de 2003 fazia um inventário da situação e apontava problemas na estrutura do edifício. Em maio de 2009, um promotor criminal, durante visita de rotina ao 47º DP, constatou que as instalações eram precárias.

"Além de problemas na infraestrutura do prédio, durante tentativas de fuga os presos cavaram túneis, que foram cobertos apenas com cascalho", informou Freitas. Segundo o promotor, por conta dos túneis, a estrutura do prédio virou um "verdadeiro queijo suíço". Os laudos foram encaminhados ao promotor na última sexta-feira, pelo Departamento de Inquéritos Policiais (DIP), que afirmou não ser de sua competência a interdição do prédio.

O ofício enviado à SSP e à subprefeitura pede a imediata desapropriação do prédio em que funciona o 47º DP ou um laudo atestando que o local não apresenta risco de desabar. A secretaria e a subprefeitura têm o prazo de 15 dias para responder a solicitação do Ministério Público.

    Leia tudo sobre: delegaciainterdição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG