Mergulhadores desaparecem em lago de pedreira em São Paulo

Os empresários Alessandro Varani, de 29 anos, e Rodrigo Garcia, de 30, mergulharam na tarde de sábado, cada um com oxigênio para 40 minutos

AE |

selo

O Corpo de Bombeiros de Sorocaba (SP) deve retomar nesta segunda-feira pela manhã a busca pelos dois mergulhadores que desapareceram no lago de uma pedreira desativada, em Salto de Pirapora, no interior do Estado. Os empresários Alessandro Varani, de 29 anos, e Rodrigo Garcia, de 30, mergulharam na tarde de sábado, cada um com oxigênio suficiente para 40 minutos, mas não voltaram à tona. Eles estavam num grupo com outros mergulhadores da Grande São Paulo.

Mais notícias de São Paulo

Os colegas chamaram os bombeiros de Sorocaba, mas, por causa do horário, as buscas só foram iniciadas no sábado de manhã e prosseguiram durante o dia todo. Os equipamentos usados pelos bombeiros permitem buscas numa profundidade de até 30 metros, mas o lago chega a ter 80 metros no ponto de maior profundidade.

Familiares dos empresários que acompanhavam as buscas disseram que os dois tinham experiência de pelo menos três anos em mergulho. Varani já conhecia o lago da pedreira, mas Garcia mergulhava ali pela primeira vez.

    Leia tudo sobre: mergulhadorespedreiralago

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG