Médico é condenado por cobrar cirurgia feita pelo SUS

Conveniado pelo sistema público, ele cobrou R$ 2,4 mil por cirurgia na Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba

AE |

selo

Um médico conveniado do Sistema Único de Saúde (SUS) foi condenado pela Justiça de Araçatuba, interior de São Paulo, por ter cobrado R$ 2,4 mil para fazer uma cirurgia em um paciente internado na Santa Casa da cidade. A decisão foi divulgada na terça-feira (19) pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.

Segundo a decisão da Justiça, mesmo a paciente estando internada pelo SUS o médico exigiu o pagamento pela cirurgia, cobrando assim vantagem indevida. O caso ocorreu em 2007. O médico foi condenado a três anos de prisão. Porém, como é réu primário, ele não vai ficar preso, pois teve a pena substituída.

Ele deverá pagar multa de 10 salários mínimos para a Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba e prestar serviços à comunidade, a serem determinados. A decisão de condenar o médico foi do juiz Emerson Sumariva Júnior.

    Leia tudo sobre: médicosus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG