Marinha resgata quatro pescadores à deriva no Guarujá

Homens passaram dois dias com problemas no barco de pesca em que estavam, mas foram resgatados após contato com navio conteineiro

AE |

selo

Quatro pescadores do Guarujá, no litoral de São Paulo, foram resgatados pela Marinha na madrugada desta quarta-feira depois de passarem dois dias à deriva. Eles passam bem. O grupo saiu da praia do Perequê às 15h30 do último sábado, 16, a bordo de um barco pesqueiro de 12 metros chamado Louvadeus. Eles navegaram até o início da noite em direção à região da Lage de Santos para pescar corvina. Chegaram ao local desejado e soltaram as redes, mas na manhã seguinte perceberam que havia ocorrido uma pane na bateria da embarcação. 

"Tentamos consertar e não conseguimos, também ficamos sem comunicação, então na terça-feira de manhã decidimos sair em dois em um bote remando até um local onde o celular funcionasse para pedirmos ajuda", conta o pescador Vagner de Oliveira da Silva, de 24 anos. Junto com o pescador Roberto Wagner de Oliveira Souza, de 29 anos, Silva remou por seis horas em um bote de alumínio de dois metros até um navio conteineiro que estava fundeado na barra de Santos. 

"O pessoal do navio nos deu comida e entrou em contato com a Capitania dos Portos, que chegou umas 22 horas para nos resgatar", disse Silva, que é pescador há um ano. Ele também acionou pelo celular a empresa proprietária do barco que horas depois localizou a embarcação danificada e efetuou os reparos. "Foi um sufoco, mas graças a Deus passou. Remar naquele barquinho tanto tempo não foi fácil e o meu medo era que o tempo virasse e uma onda virasse o barco", desabafa.

    Leia tudo sobre: guarujámarinhapescadoresderiva

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG