Maksoud Plaza é arrematado por R$ 70 milhões em São Paulo

Apesar da venda do imóvel, liminar concedida por um desembargador suspende efeitos da decisão até o fim do processo

iG São Paulo |

AE
Fachada do Hotel Maksoud Plaza, na capital paulista
O hotel Maksoud Plaza, localizado na região da Avenida Paulista, em São Paulo, foi leiloado no começo da tarde desta quinta-feira. O imóvel está avaliado em R$ 140 milhões, mas foi vendido pelo lance mínimo de R$ 70 milhões.

Leia também: Justiça manda Maksoud Plaza a leilão

O leilão durou apenas três minutos, segundo a assessoria de imprensa do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, porque houve apenas um interessado em comprar o hotel. A compra foi feita por uma pessoa física e o dinheiro pago será usado para o pagamento de dívidas trabalhistas.

Na quarta-feira (23), o desembargador Luiz Antonio Moreira Vidigal concedeu uma liminar a partir de pedido do grupo jurídico do hotel e manteve a realização do leilão, mas com efeitos suspensos. Portanto, apesar da venda do imóvel, a decisão pode ter seus efeitos suspensos até a decisão final do processo (quando não cabem mais recursos).

Em nota divulgada na quarta, o Maksoud Plaza afirma que essa concessão do desembargador “amplia o tempo para que fique totalmente esclarecido e que seja validado o pagamento - já feito há dias”. O documento ressalta que hotel funciona normalmente. “Questões trabalhistas são passíveis de ocorrer em todas as empresas, sendo de direito a discussão de seus processos até a última instância antes do pagamento reclamado. O funcionamento do hotel e de todas as suas dependências, incluindo o sistema de reservas a ser agendadas para os próximos meses e para o ano que vem, está absolutamente normal”, conclui a nota.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG