Mais três caixas são alvos de bandidos em São Paulo

Desde o começo do ano, a Grande São Paulo registrou 125 casos de caixas eletrônicos atacados por ladrões

AE |

selo

AE
Caixa eletrônico atacado em supermercado no Jardim Alvorada, em Guarulhos
Três supermercados, um na capital, um Guarulhos e outro em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, foram a cena escolhida por criminosos em mais três ataques a caixas eletrônicos entre a noite de quarta-feira e a madrugada desta quinta-feira.

O dono e os funcionários do supermercado Feitosa, na região de Parada de Taipas, na zona norte de São Paulo, testemunharam, por volta das 20h30 de ontem, três criminosos explodirem um caixa eletrônico da Rede Banco 24 Horas instalado dentro do estabelecimento comercial.

O supermercado já fechava e uma das portas ainda estava entreaberta quando o trio, armado, invadiu o local, rendeu o proprietário e os empregados, que foram mantidos reféns nos fundos do estabelecimento enquanto os criminosos explodiam a máquina. Não se sabe por que, mas o cofre não foi levado.

Além dos explosivos, os bandidos utilizaram algumas ferramentas, como ponteiro e marreta. Nenhum suspeito foi detido por policiais militares da 1ª Companhia do 49º Batalhão, acionados pelas vítimas. O caso foi registrado no 46º Distrito Policial, de Perus.

Às 2h30, bandidos arrombaram a porta e invadiram o supermercado Econ, no Jardim Trianon, em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Moradores disseram à PM que viram vários homens encapuzados e armados de metralhadora e fuzis deixando o local em três ou quatro veículos.

Um caixa da rede Banco 24 Horas e parte do estabelecimento ficaram destruídos com a explosão. Cápsulas de calibre .40 foram encontradas em frente ao caixa, que teria sido metralhado pelos criminosos, que conseguiram escapar. Não se sabe ainda se o cofre da máquina foi levado.

O outro caso de ataque a caixas eletrônicos foi registrado nesta madrugada no supermercado Vitali, localizado na altura do nº 277 da rua Raimundo Almeida de Araújo, no Jardim Alvorada, em Guarulhos. Após explodirem o caixa da rede Banco 24 Horas, deixaram o local. Não se sabe ainda quantos eram nem em quantos veículos fugiram.

Onda de ataques

A Grande São Paulo registrou desde o começo do ano 125 casos de caixas eletrônicos atacados por ladrões, o que significa quase um por dia. Só na capital paulista houve 69 crimes desse tipo. No interior, foram 53. O levantamento mostra que em uma em cada quatro ocorrências os criminosos usaram explosivos. Com medo, empresas de menor porte já têm pedido aos bancos para desativarem esses equipamentos.

Os dados mostram também o que já é evidente para quem acompanha o noticiário: os casos têm crescido mês a mês. Em janeiro, na capital paulista, foram registrados seis casos. No mês seguinte, foram 17; em março, 19; em abril, 20. Nos primeiros 11 dias deste mês houve sete ataques. No interior, também houve crescimento: 10 em janeiro, 29 em fevereiro, 30 em março, 40 em abril e 13 neste mês (até ontem).

Futurapress
Outro caixa eletrônico atacado na madrugada desta quinta-feira
Os bancos são o principal alvo dos bandidos, de acordo com o levantamento: 54 dos 122 casos foram ataques a agências bancárias. Depois, aparecem os mercados (24), postos de gasolina (14), interior de empresas (12), entre outros locais.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, a PM tem feito operações em regiões onde há concentração de estabelecimentos com caixas eletrônicos. As rondas têm ocorrido de madrugada, com bloqueios policiais e abordagens de veículos. Em nota, a Federação Brasileira dos Bancos (Febrabran) diz que o setor investiu em equipamentos "robustos", com "elevado grau de resistência", com o objetivo de aumentar a segurança dos mesmos.

Com informações da AE e do Jornal da Tarde

    Leia tudo sobre: caixaeletrônicosão pauloroubopolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG