Maior acusado de agressão na Avenida Paulista pode ir a júri

Jovem foi indiciado por tentativa de homicídio, formação de quadrilha e lesão corporal

AE |

selo

A pedido do Ministério Público Estadual (MPE), o juiz Eduardo Pereira Santos Júnior, do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), encaminhou a uma das Varas do Júri o inquérito policial de Jonathan Lauton Domingues, de 19 anos. Ele foi indiciado por tentativa de homicídio, formação de quadrilha e lesão corporal.

Jonathan Domingues e quatro colegas são acusados de agredir com socos, pontapés e lâmpadas fluorescentes três rapazes nas proximidades da Avenida Brigadeiro Luís Antonio. Duas vítimas disseram à polícia que teriam sido confundidas com homossexuais, o que teria motivado a agressão, no último dia 14. Jonathan é o único com idade superior a 18 anos entre os cinco jovens.

Em sua decisão, o juiz determinou a remessa dos autos sem se manifestar sobre o mérito da causa, alegando que não poderia apreciar a representação do delegado de polícia pela prisão preventiva, uma vez que o Ministério Público entendeu se tratar de homicídio tentado. Os outros quatro adolescentes envolvidos nas agressões estão na unidade do Brás da Fundação Casa, em São Paulo.

    Leia tudo sobre: agressãopaulistajúripolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG