Mães de meninas suspeitas de arrastões na Vila Mariana são presas

As mães serão indiciadas por abandono de incapaz. Elas foram presas quando estavam na delegacia para buscar as filhas apreendidas

iG São Paulo |

Quatro mães das sete meninas apreendias na tarde de quinta-feira (11) foram presas e serão indiciadas por abandono de incapaz. Elas foram buscar as filhas no 36° Distrito Policial (Vila Mariana) na quinta-feira (11) e ficaram presas. As meninas fazem parte do grupo que está realizando arrastões no bairro de Vila Mariana e já foram apreendidas outras vezes.

AE
Mães de meninas suspeitas de realizar arrastões na Vila Mariana são presas por abandono de incapaz

"Que isso sirva de lição para que os pais saibam por onde andam seus filhos", disse o delegado titular do 36° DP, Márcio de Castro Nilsson. As mães ficaram presas porque nenhuma delas procurou as autoridades para comunicar o desaparecimento das filhas. Para o delegado, elas sabiam da conduta das filhas. Uma delas, diz Castro, chegou a dizer que não conseguia controlar a filha e evitar que ela fizesse "coisa errada".

Foi arbitrada fiança no valor de R$ 182. Como não houve pagamento, as mães permanecem presas e devem ser transferidas para a carceragem de trânsito do 97º DP (Americanópolis) e, posteriormente, a um Centro de Detenção Provisória (CDP).

"O que é que você estava fazendo lá? Mas é besta de voltar para o mesmo local do crime", disse ontem outra mãe em conversa com a filha na delegacia. Segundo Castro, se localizados, os pais também responderão pelo crime de abandono de incapaz.

AE
Sete meninas que realizam arrastões na Vila Mariana foram apreendidas quinta-feira (11)
As meninas foram apreendidas pela Polícia Militar perto da estação Vila Mariana do Metrô depois de tentarem roubar uma motorista na rua Professor Noé de Azevedo, esquina com a Lins de Vasconcelos, região de Vila Mariana, zona sul de São Paulo, por volta das 13h30. A intenção era levar o celular da condutora, que estava acompanhada por outra mulher.

Moradores de um prédio da região presenciaram a ação e avisaram a polícia. A vítima foi até o 36º DP e reconheceu as meninas como sendo as que tentaram levar seu celular e dinheiro, porém não teve interesse em registrar a ocorrência e dar prosseguimento ao fato.

As meninas foram encaminhadas para uma unidade da Fundação Casa onde tentou-se identificá-las, mas não havia registro de passagens delas pela instituição. À noite, a polícia descobriu que uma menina tem 10 anos, duas têm 11 anos, três têm 13 anos e a última,14 anos. Todas foram encaminhadas pelo Conselho Tutelar da Vila Mariana a um abrigo. 

Arrastões

O grupo de meninas se reúne na parte externa da Estação Ana Rosa da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) e sai atacando lojas, além de roubar e ameaçar pedestres em partes da Avenida Domingos de Morais , onde há grande concentração de estabelecimentos comerciais.

* Com informações da AE

    Leia tudo sobre: grupo de meninasarrastõesvila marianamães presas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG