Justiça mantém internada jovem que invadiu colégio com duas facas

Aluna de 17 anos teria sido impedida de entrar no local sem a calça do uniforme e teria voltado para matar a coordenadora

iG São Paulo |

A Justiça de São Paulo mantém internada, nesta quarta-feira, na Fundação Casa (antiga Febem), no Brás, a jovem de 17 anos que foi apreendida após invadir um colégio armada com duas facas. Segundo informações da polícia, a estudante havia sido impedida de entrar no Colégio Batista da Vila Mariana, zona sul da capital, por estar sem uniforme, e depois tentou invadir o local para matar a coordenadora de ensino que a impediu de entrar.

De acordo com a corporação, ao ser impedida de entrar no colégio, na rua Joaquim Távora, a jovem foi até sua casa, onde sua mãe havia sido informada do ocorrido. A jovem pegou as duas facas e, segundo testemunhas relataram à polícia, passou por baixo da catraca e invadiu o colégio procurando a coordenadora. Como não encontrou a funcionária, a estudante se dirigiu ao primeiro andar e foi abordada por outros funcionários do colégio.

Segundo o Ministério Público do Estado, a promotoria ainda não designou nenhum magistrado para assumir o inquérito, na esfera judicial. O caso foi registrado no 36º Distrito Policial, na Vila Mariana. O Colégio Batista não quis se pronunciar.

    Leia tudo sobre: facascolégiopolíciaprisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG