"Justiça foi feita, graças a Deus", afirma mãe de Eloá

Mãe de Eloá Pimentel foi muito abraçada pelos populares após o fim da sessão

Carolina Garcia e Fernanda Simas, iG São Paulo |

AE
Ana Cristina Pimentel, mãe de Eloá, fala com a impressa após Lindemberg ser condenado
A mãe de Eloá Pimentel, Ana Cristina Pimentel, comemorou nesta quinta-feira a condenação de Lindemberg Alves a 98 anos e 10 meses por doze crimes relacionados ao cárcere e morte da ex-namorada, em outubro de 2008, em Santo André.

"A Justiça foi feita, graças a Deus”, afirmou Ana Cristina ao ser muito abraçada pelas pessoas que acompanhavam a leitura da sentença. 

Na saída do plenário, ela falou com a imprensa.

"Nada vai diminuir minha dor, foi feita a justiça, saio com o coração mais tranquilo", disse.

Os jurados decidiram que Lindemberg Alves, 25 anos, é culpado pelos 12 crimes dos quais era acusado. O júri considerou o réu responsável inclusive pela tentativa de homicídio contra Nayara Rodrigues e o sargento Atos Valeriano. Ele também foi culpabilizado por cinco cárceres privados e quatro disparos de arma.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG