Justiça de São Paulo bloqueia bens de dono de Porsche

Engenheiro chegou a ser preso, mas pagou fiança de R$ 300 mil e responderá ao processo em liberdade

iG São Paulo |

Os bens do engenheiro Marcelo Alves de Lima, de 36 anos, foram indisponibilizados pelo Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo. A decisão foi tomada nesta terça-feira. Lima bateu seu veículo, um Porsche, no carro, um Tucson, da advogada Carolina Menezes Cintra, de 28 anos, no dia 9 de julho, no Itaim Bibi, zona sul de São Paulo. Ela morreu no local. 

De acordo com a decisão a Justiça, "a presente medida visa a garantir a satisfação de futuro crédito a ser obtido em ação de danos morais que será ajuizada oportunamente pelos autores, pais e irmãos da vítima". O empresário recorreu da ação, mas o recurso ainda está em andamento.

o TJ ainda cita que a instabilidade patrimonial e o conhecimento financeiro do acusado também contaram na decisão. "Os documentos que acompanham a presente medida demonstram que o réu é pessoa com instabilidade patrimonial além do que é sócio de empresas que atuam no mercado financeiro e que lidam com fundos de investimentos criados no exterior razão pela qual é conhecedor dos mecanismos utilizados para a ocultação de recursos".

O engenheiro chegou a ser preso, mas pagou fiança de R$ 300 mil e responderá ao processo,  por homicídio doloso , em liberdade. A Justiça determinou que Lima cumpra medidas cautelares de restrição de liberdade. Ele fica proibido de frequentar bares e festas, é obrigado a ficar em casa no período noturno, deve avisar a Justiça quando deixar o Estado de São Paulo, e não pode realizar viagens internacionais.

Em depoimento no dia 21 de julho, Lima disse que se assustou com uma pessoa que apareceu ao seu lado e acelerou temendo ser assaltado. Já segundo depoimentos de testemunhas, a velocidade do Porsche era alta, calculada em mais de 150 km/h. O engenheiro, no entanto, disse que estava um pouco acima de 60 km/h.

* com AE

    Leia tudo sobre: porschejustiçabloqueio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG