Jovem é morto em boate na zona sul de São Paulo

Promotor de vendas teria se envolvido em briga por causa de uma garota

AE |

selo

O promotor de vendas Ronald Alfredo Braum, de 22 anos, morreu na madrugada de domingo baleado no abdome após se envolver em uma briga que começou em uma danceteria na Rua Gomes de Carvalho, na Vila Olímpia, zona sul de São Paulo. A confusão foi parar na porta do estabelecimento. Três estudantes foram atingidos por balas perdidas. Segundo parentes de Braum, a discussão teve início na pista de dança da Nexxt Lounge, por causa de uma garota.

Até ontem, a polícia não havia prendido ninguém. Foi a segunda morte em balada na cidade em uma semana. No dia 9, um universitário foi morto no fumódromo de um bar, no Itaim-Bibi, também na zona sul. O agressor o atingiu com um copo na região do pescoço.

No domingo, quem estava no local viveu momentos de terror. "Eram muitos tiros, como se fossem bombinhas. Todo mundo gritou. A casa fechou as portas nessa hora. Eu me deitei no chão e, mesmo assim, um tiro pegou no meu joelho", contou uma estudante de 17 anos. Ela esperava um táxi para voltar para casa, às 5 horas, quando foi atingida. As duas primas que estavam com a garota no momento dos tiros não se feriram. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: brigamortedanceteriasão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG