Jovem é morta por reconhecer bandido durante assalto

Vítima era amiga de infância da irmã de assaltante. Namorado está internado em estado grave

AE |

selo

A Polícia Civil de Guariba, no interior de São Paulo, prendeu Rogério Aparecido da Gama Rozende, de 22 anos. Ele é acusado de ter matado Pâmela Feliz de Souza, 19, e ter tentado assassinar o namorado dela, Giovane Santos Reis, 18. O crime ocorreu na madrugada da última segunda-feira.

Acompanhado de três comparsas, menores de idade, Rozende roubou o carro do casal para assaltar um restaurante na Rodovia Brigadeiro Faria Lima. O casal foi amarrado num canavial e, após o assalto, o quarteto voltou e atirou 11 vezes contra os dois, pois a moça tinha identificado Rozende, que é conhecido por "Doideira". Ela era amiga de infância da irmã do acusado, que inclusive foi ao velório de Pâmela.

Os três menores que participaram do crime foram identificados, mas estão foragidos. Rozende disse que apenas dirigiu o carro e que quem teria feito os disparos foram dois dos menores. Se condenado por latrocínio, Rozende poderá ser sentenciado de 20 a 30 anos de prisão. Ele está preso temporariamente, por 30 dias, na Cadeia de Jaboticabal. Reis está internado em estado grave.

    Leia tudo sobre: crimeassassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG