Indiciado, motorista de ônibus que arrastou carro será transferido hoje

Ônibus atingiu carro em avenida de São Paulo e matou os dois ocupantes. Motorista vai responder por homicídio com dolo eventual

iG São Paulo |

O motorista do ônibus que arrastou e foi parar em cima do automóvel em um acidente na avenida Vereador José Diniz, no Campo Limpo, na zona sul de São Paulo, nesta terça-feira, está preso em uma delegacia da capital paulista e será transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na zona oeste, ainda nesta quarta-feira.

O acidente: Ônibus sobe em cima de carro e mata casal na zona sul de São Paulo

Diogo Moreira/Futura Press
Após a forte colisão, ônibus ficou sobre o carro na avenida da zona sul de São Paulo
O motorista Jonas Santana da Silva foi preso após o acidente e indiciado por homicídio com dolo eventual, quando não há intenção de matar, mas se assume um risco. De acordo com testemunhas, o motorista dirigia em alta velocidade em um ponto onde o semáforo estava quebrado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a colisão aconteceu pouco antes das 14h, no cruzamento da avenida Vereador José Diniz com a rua Demóstenes.O semáforo do cruzamento não estava em funcionamento no momento do acidente, confirmou a CET.

O ônibus, que seguia pelo corredor exclusivo da avenida, atingiu o veículo, um Mitsubishi ASX, que virou e foi arrastado até o canteiro central da avenida. Pelo menos sete viaturas de resgate foram deslocadas para o local.

As vítimas, o empresário Alfred Shorno, de 67 anos, e a secretária Ana Camilla Nyarady, de 57, estavam do Mitsubishi e morreram no local. Outros dois feridos do acidente estavam no ônibus, tiveram ferimentos leves e foram socorridos para hospitais da região.

    Leia tudo sobre: acidentemotoristaônibusvereador josé diniz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG